Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Projeto socioambiental da EJA é apresentado na Câmara

Projeto socioambiental da EJA é apresentado na Câmara

por Cristiano Marlon Viteck publicado 08/08/2018 10h25, última modificação 08/08/2018 10h23
Professora Izolde Schneider Vasques fez a apresentação
Projeto socioambiental da EJA é apresentado na Câmara

Professora do EJA, Izolde Schneider Vasques

 

Na última segunda-feira (06), durante a primeira sessão ordinária do Poder Legislativo rondonense, a professora Izolde Schneider Vasques ocupou o espaço destinado à Tribuna Popular para apresentar uma ação de caráter socioambiental que ela coordena na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Trata-se do projeto “Ações que marcam, atitudes que inspiram”, desenvolvido por estudantes da Educação de Jovens e Adultos da Escola Bento Munhoz da Rocha Neto e alunos da Escola Municipal Criança Feliz.

Através dele, os estudantes trabalham com a reciclagem de óleo de cozinha, que é utilizado para a fabricação de sabão líquido e em barra. O recolhimento do óleo de cozinha usado é feito pelos alunos do EJA que participam do projeto, juntamente com estudantes do 4º ano da Escola Municipal Criança Feliz. Eles ainda contam com a colaboração de empresas parceiras, que repassam esse produto para ser transformado em sabão.

A partir da fabricação e venda do sabão, são trabalhados com os alunos os temas qualidade de vida e meio ambiente. Entre outros tópicos abordados, estão a importância de uma alimentação saudável e também a necessidade de destinar corretamente os resíduos produzidos no dia a dia.

O óleo de cozinha, por exemplo, pode ser um grande contaminador dos lençóis freáticos, poluindo a água que as pessoas consomem. Por isso, ao invés de eliminá-lo na natureza, ele é reaproveitado na fabricação de sabão.

Izolde explicou aos vereadores e à comunidade presente à sessão que parte do sabão produzido fica com os alunos. “Alguns já estão empreendendo e aumentando a renda familiar com a venda deste produto”, elogia.

Outra parte do sabão é comercializada na Escola Municipal Bento Munhoz da Rocha e pode ser adquirido por todos os interessados.

O dinheiro arrecadado será investido em uma viagem para levar os alunos do EJA até Guaratuba, no litoral paranaense. Também haverá outra viagem ao cinema, em Toledo.

“Cem por cento dos nossos alunos nunca foram ao cinema e nunca saíram de Marechal Cândido Rondon”, enfatiza a professora. Assim, o projeto e as viagens são maneiras de estimular os alunos a continuarem os estudos. Em Marechal Cândido Rondon, 60% dos matriculados no EJA são idosos. No projeto “Ações que marcam, atitudes que inspiram” participam 104 pessoas.

Outras ações desenvolvidas com os mesmos alunos, em parceria com estudantes da rede municipal, são a horta agroecológica, na Escola Bento Munhoz da Rocha Neto; e a horta comunitária, onde hortaliças são cultivadas em um terreno na cidade que estava abandonado.

Os vereadores parabenizaram a professora e os demais profissionais envolvidos no projeto, assim como os alunos, e garantiram o apoio da Câmara ao EJA no município.

O vereador presidente Pedro Rauber informou que a Secretaria de Estado da Educação autorizou a criação de novas turma do EJA no município, em atendimento a requerimento apresentado ainda no início deste ano por todos os vereadores de Marechal Cândido Rondon.

TV LEGISLATIVA
ACESSO À INFORMAÇÃO
TRANSPARÊNCIA