Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Entidades confirmam presença em audiência hoje sobre crise na suinocultura

Entidades confirmam presença em audiência hoje sobre crise na suinocultura

por Cristiano Marlon Viteck publicado 06/07/2022 08h05, última modificação 06/07/2022 08h05
Evento acontece na Câmara de Vereadores, às 14 horas
Entidades confirmam presença em audiência hoje sobre crise na suinocultura

Audiência pública acontece na Câmara de Vereadores, a partir das 14h

 

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon realiza nesta quarta-feira (06), a partir das 2 horas da tarde, audiência pública com o tema “A suinocultura pede socorro: faça parte da solução”.

O evento acontecerá na sede do Poder Legislativo. Além dos vereadores, contará com a presença de autoridades estaduais, representantes de empresas e entidades ligadas ao setor e de suinocultores.

 

Está confirmada a presença, por meio de vídeo, do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

Também definiram a participação integrantes do Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), da Associação dos Criadores de Suínos do Oeste do Paraná (Assuinoeste), da Associação Municipal de Suinocultores, Sindicato Rural de Marechal Cândido Rondon, Frimesa, Copagril e Grupo Agro 10.

Segundo o vereador presidente Pedro Rauber, o objetivo da audiência pública é reunir suinocultores e especialistas, além de autoridades políticas, para que juntos busquem meios que garantam a continuidade da atividade.

O evento terá transmissão ao vivo através da TV Câmara, via YouTube e Facebook. A participação popular daqueles que não puderem comparecer à Câmara de Vereadores poderá ser feita através de perguntas e comentários pelo WhatsApp (45) 99135-7143.

O atual momento da suinocultura já é visto como o pior da história no país. Sem previsão de que a situação seja revertida em curto prazo, a condição financeira dos pequenos e médios produtores está cada vez mais insustentável.

Conforme a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), vários fatores contribuem diretamente para a atual situação. Entre eles destacam-se a redução das exportações da carne suína, especialmente para a China, e a redução do consumo interno em razão da atual situação econômica brasileira. Isso resulta em excesso de produção, desvalorizando o produto.

Em contrapartida, os preços elevados do milho e do farelo se soja, principais componentes da ração fornecida aos animais, aumentam muito os custos de produção.

Para dimensionar a importância da suinocultura para a economia brasileira, a ABCS informa que, em 2021, o PIB da atividade foi de R$ 122 bilhões, sendo a oitavo ramo agropecuário que mais contribui para o Valor Bruto da Produção Agropecuária.

O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína no mundo, o que comprova a força do país no setor.

CARTA DE SERVIÇOS

ACESSO À INFORMAÇÃO
REDES SOCIAIS

TV LEGISLATIVA

TRANSPARÊNCIA

BANCO DE IDEIAS LEGISLATIVAS

CÂMARA JOVEM