Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Poder Legislativo anuncia os estudantes eleitos para a nova Câmara Jovem

Poder Legislativo anuncia os estudantes eleitos para a nova Câmara Jovem

por Cristiano Marlon Viteck publicado 02/08/2022 09h20, última modificação 02/08/2022 09h21
Eles serão empossados na próxima terça-feira (09)
Poder Legislativo anuncia os estudantes eleitos para a nova Câmara Jovem

Câmara Jovem será instalada no Poder Legislativo na próxima semana

 

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon divulgou no final da tarde de ontem (01) os nomes dos 13 alunos titulares e dos três suplentes selecionados para comporem a nova Câmara Jovem, que será instalada no próximo dia 09.

Os estudantes foram selecionados a partir de projetos de lei ou de propostas de emenda à Lei Orgânica Municipal, que cada interessado precisou apresentar. Os projetos foram submetidos à avaliação de uma comissão formada por pessoas indicadas pelo Poder Legislativo, mas sem vínculo com a Casa de Leis.

Estiveram aptos a participar alunos com idade entre 13 anos completos e 19 incompletos, matriculados nos 16 colégios do município.

Os alunos eleitos e seus respectivos educandários foram: Kêmili Kauane Dreier (Martin Luther), Maria Vitória de Oliveira Schmoeller (Eron Domingues), Leonardo Lunkes Reffatti (Integral Marechal), João Vitor Miranda (Eron Domingues), Dóroti Luiza Schumacher Adams (Eron Domingues), Andresa Luisa Storck Lamp (Rui Barbosa), Willian Samuel Teixeira Rauber (Eron Domingues), Arthur Gabriel Schlosser Uhry (Eron Domingues), Maitê Schneider Ragnini (Martin Luther), Ana Paola Mazureck (Martin Luther), Miguel Angelo Hegele de Jesus (Paulo Freire), Kaue Vinicius Manenti (Nilso Franceski) e Vinicius Eduardo Agnes (Martin Luther).

Já os suplentes serão: Mateus da Silva Schneider (Martin Luther), Kytana Costa Soares (Nilso Franceski) e Gabriel Henrique da Silva de Moura (Cívico-Militar Marechal Rondon).

Como será?

As sessões ordinárias da Câmara Jovem serão mensais. O exercício de mandato consistirá na realização de atividades correlatas às dos vereadores do município, estabelecidas no Regimento Interno do Poder Legislativo.

A atuação do vereador jovem não será remunerada.

Conforme o vereador João Eduardo dos Santos (Juca), autor do projeto de lei que instituiu a Câmara Jovem, o objetivo é estimular o pensamento crítico dos alunos através da participação em atividades que apresentem conceitos de cidadania, de democracia, do processo legislativo, entre outros.

Segundo Juca, as propostas, projetos de lei ou temas discutidos pela Câmara Jovem poderão embasar também os trabalhos dos vereadores que, diante da relevância ou do interesse público das ideias apresentadas, poderão trazer estes temas para discussão no Poder Legislativo.

“Fico feliz em ver tudo isso acontecendo. A Câmara Jovem está saindo do papel após visitas a milhares de alunos nas salas de aula. Teremos a oportunidade de acompanhar as boas discussões que estarão fazendo nessa simulação de jornada parlamentar. Espero que os eleitos se dediquem, como nós nos dedicamos aqui na Câmara de Vereadores”, conclui Juca.

CARTA DE SERVIÇOS

ACESSO À INFORMAÇÃO
REDES SOCIAIS

TV LEGISLATIVA

TRANSPARÊNCIA

BANCO DE IDEIAS LEGISLATIVAS

CÂMARA JOVEM